domingo, 5 de abril de 2009

Corpo, alegria, partilha

Numa tarde ventosa de Abril, o corpo decidiu sair à rua. Na verdade, o corpo saiu à rua não apenas por sair à rua, mas sim porque tempos antes havia iniciado a sua incessante procura pela alegria.
Já ia a lua alta na noite e todas as estrelas de Primavera brihavam no céu, quando, de repente... o corpo embateu com outro corpo! Daquele embate nasceu outro, outro e outro, e em crescentes harmonia e cumplicidade, os corpos abraçaram-se numa dança colorida e quente.
Com o amanhecer, plenos de tanto dançar, os corpos acabaram rindo - e da dança nasceu a alegria!

Moral da pequena estória: a alegria só é encontrada quando partilhada.


Escrito no workshop de Dança Movimento Terapia, orientado por Elisabete Bompastor

3 comentários:

Teresa disse...

Deve ser um belo de um workshop esse. =) Gosto... e gosto-te

Annie disse...

Gostei, e sem dúvida que a alegria só é encontrada quando é partilhada!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.